Negócios

Nossos Negócios

Braskem

A Braskem é a maior produtora de resinas termoplástica das Américas, com volume anual superior a 20 milhões de toneladas, incluindo a produção de outros produtos químicos e petroquímicos básicos. Com o propósito de melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico, a Braskem atua em mais de 70 países, conta com 8 mil integrantes e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, sendo esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Confira algumas das mais recentes realizações da Braskem:

  • Inauguração do Complexo Petroquímico do México, parceria com Idesa;
  • Início das Operações da Nova Planta UTEC®, nos Estados Unidos;
  • Adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBT.

Outras importantes iniciativas são:

  • Braskem Labs: programa de aceleração de projetos inovadores e que melhorem a vida das pessoas utilizando a química e o plástico em diferentes setores. 
  • Imprimindo o Futuro: em parceria com a empresa norte-americana Made In Space, a Braskem levou o Plástico Verde I’m green™ à Estação Espacial Internacional (ISS) para ser utilizado na impressão 3D de objetos. 
  • Patrocínio à Equipe Brasileira de Paratletismo: como patrocinadora oficial da Equipe Brasileira de Paratletismo, a Braskem incentiva o esporte e a inclusão. 

Prêmios e Reconhecimentos

Diversas condecorações recebidas pela Braskem comprovam a excelência de seus serviços e seu reconhecimento internacional:

  • Índice Dow Jones de Sustentabilidade para Mercados Emergentes (DJSI), pelo quinto ano consecutivo;
  • Parte do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores do Brasil (BM&FBovespa) desde 2005;
  • Classificação ouro no inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) do Programa Brasileiro GHG Protocol pelo sexto ano consecutivo;
  • A primeira representante da indústria brasileira a ingressar na “lista A” do CDP Investor Global em 2016;
  • Melhor empresa do setor químico e petroquímico em 2016 pelo Prêmio Época Negócios 360º;
  • Entre as 10 empresas líderes do setor químico mundial e selo Bronze no Livro do Ano de Sustentabilidade (“The Sustainability Yearbook”) elaborado pela RobecoSAM;
  • Eleita uma das melhores empresas para as mulheres trabalharem, segundo pesquisa realizada pelo site Love Mondays.
  • Prêmio de Sustentabilidade Whirlpool, com o Programa Ser + Realizador, de inclusão social;
  • Prêmio Sustentar 2013, com o polietileno verde I’m GreenTM, no 6º Fórum pelo Desenvolvimento Sustentável;

Produtos Verdes

A Braskem desenvolveu mundialmente o primeiro polietileno de fonte 100% renovável, a partir da cana-de-açúcar. O chamado “Plástico Verde” foi lançado em 2007. De lá para cá, o Negócio criou outras resinas verdes e implantou uma unidade de eteno verde no Rio Grande do Sul.

O polietileno verde captura 2,78 toneladas de CO2 a cada tonelada produzido. Além disso, na produção, 80% da energia consumida é proveniente de fonte renovável. 

Desde 2016, Plástico Verde se tornou o primeiro produto da indústria petroquímica brasileira a ter sua pegada de carbono certificada pelo novo Sistema de Medição e Certificação da Pegada de Carbono de Produtos da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Túnel do Tempo

A Braskem nasceu do movimento de diversificação da Odebrecht. Os investimentos em projetos químicos e petroquímicos começaram ainda em 1979, quando a Odebrecht adquiriu participação na Companhia Petroquímica Camaçari (CPC), pertencente ao Polo de Camaçari, na Bahia.

A estratégia adotada pela Odebrecht para construir uma petroquímica brasileira líder no setor na América Latina envolveu uma série de outras aquisições na década de 1980, como a da Salgema Indústrias Químicas, da PPH - Companhia Industrial de Polipropileno e da Poliolefinas, e participação na Unipar - União de Indústrias Petroquímicas. Por meio do Programa Nacional de Desestatização, iniciado nos anos 1990, a Organização adquiriu o controle acionário da Copesul – central de matérias-primas do Polo de Triunfo, no Rio Grande do Sul – e ampliou sua participação na PPH e Poliolefinas. Em 1995, a Organização criou a OPP Petroquímica S.A.

Em 2001, a Odebrecht adquiriu o controle acionário da Companhia Petroquímica do Nordeste (Copene), central de matérias-primas do Polo de Camaçari, em parceria com o Grupo Mariani. Um ano mais tarde, a integração dos ativos dos controladores no setor – OPP, Trikem, Polialden, Nitrocarbono e Proppet, além da Copene – resultou na criação da Braskem, transformando-a na maior petroquímica da América Latina.

ACESSE