Comunicação

Notícias

O Diretor Superintendente da Odebrecht no Peru, Jorge Barata, foi um dos palestrantes no Encontro Empresarial Brasil-Peru, realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em São Paulo, em novembro. O evento foi prestigiado por empresários e autoridades dos dois países e contou ainda com a participação do Presidente da República do Peru, Alan García Pérez, que conclamou os brasileiros a investirem mais em seu país. "Não há melhor negócio para o Brasil do que investir no Peru e, através do Peru, investir em seu futuro asiático. E não há melhor negócio para o Peru do que vincular-se ao grande mercado brasileiro", disse García. Em sua apresentação, Jorge Barata lembrou que Odebrecht atua hoje em 18 países, tendo iniciado suas atividades externas justamente em terras peruanas, em 1979. "De lá para cá, já participamos de 48 projetos naquele país, o que muito dos orgulha e demonstra a confiança em nós depositada pelos peruanos". Ele reservou especial destaque para os projetos, do tipo PPP - Participação Público-Privado, que a Odebrecht executa hoje no Peru: o Transvase Olmos (um projeto de irrigação e geração de energia) e duas grandes rodovias, denominadas IIRSA Norte e IIRSA Sul, que vão ligar o Brasil a portos peruanos do norte e do sul do país.