Comunicação

Notícias

Diante da pandemia do novo coronavírus, enfrentamos no mundo um grande desafio que atinge toda a sociedade. Governos, empresas e instituições estão unidos neste momento, com o objetivo de promover ações no combate ao vírus.

No Grupo Odebrecht, o primeiro compromisso é com a saúde, a segurança e o bem-estar dos integrantes. “Foram dadas orientações, em todos os Negócios, sobre prevenção e assistência médica e sobre como podemos desenvolver o nosso trabalho, mitigando ao máximo os riscos de contaminação”, disse Ruy Sampaio, Diretor Presidente da Odebrecht S.A., em comunicado enviado aos integrantes do Grupo Odebrecht em 30 de março.

Como sempre costumam fazer em situações de emergência pública, os Negócios do Grupo Odebrecht promovem medidas de apoio às comunidades onde atuam. “Esta é uma característica histórica da Odebrecht. Estamos sempre juntos às nossas comunidades, vivendo lado a lado com elas as suas alegrias, e também as suas angústias e os seus desafios”, complementa Ruy Sampaio no comunicado.

Confira algumas ações que estão sendo realizadas pelas empresas do Grupo Odebrecht em apoio às comunidades:

  • A Atvos cederá até 160 mil litros de álcool 70% para instituições de São Paulo, Bahia, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
  • A OR colocou à disposição das autoridades as instalações do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, para serem adaptadas como hospital de campanha.
  • A OEC, OR, Odebrecht S.A. e Horiens farão doações à Federação das Indústrias da Bahia para a compra de respiradores mecânicos destinados a hospitais baianos.
  • A OEC disponibilizou suas instalações de canteiros de obras nos diversos locais de atuação, para serem usados em ações de combate ao vírus. Ofereceu aos clientes governamentais no Brasil e no exterior executar obras emergenciais com lucro zero. Na República Dominicana, doou duas ambulâncias para as autoridades de saúde. No Panamá e Angola, caminhões-pipa da OEC estão sendo utilizados para abastecimento de água e desinfecção de vias públicas. Em Angola, através da usina sucroalcooleira da Biocom, doou 20.000 frascos de 500ml de álcool 70% para o Ministério da Saúde, e doará outros 20.000 diretamente para hospitais, creches e casas de idosos.
  • A OTP ofereceu ambulâncias e profissionais de saúde em cidades cortadas por suas autoestradas e distribuiu kits de álcool em gel para caminhoneiros. Conversará com as autoridades sobre a oferta de gratuidade nos pedágios para veículos usados nos serviços de combate à pandemia.
  • A Enseada disponibilizou leitos e ambulância para as comunidades, e avalia com a Marinha e Capitania dos Portos a transformação de seu estaleiro em terminal de atracação para se instalar ali um centro de distribuição de equipamentos e bens para o Recôncavo.
  • A Odebrecht S.A. ofereceu o estádio Fonte Nova, em Salvador, para serem transformados em hospitais de campanha. A Fonte Nova já vem sendo utilizada para a vacinação de idosos, no modelo drive-thru.
  • Iniciativas com o mesmo sentido de solidariedade também ocorrem na Braskem.