Comunicação

Notícias

A Fundação Odebrecht lançou neste mês o seu Relatório de Desempenho 2016 – A Caminho da Sustentabilidade. A publicação apresenta os principais indicadores do Programa Tributo ao Futuro – Novas Gerações, Programa Editorial e Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS). Apenas em 2016, R$ 24 milhões foram investidos nessas inciativas, beneficiando diretamente 20 mil pessoas de 390 comunidades da região do Baixo Sul da Bahia.

A instituição alcançou, junto a parceiros e investidores sensibilizados à causa, indicadores relevantes. Em sua última campanha, o Programa Tributo ao Futuro – Novas Gerações obteve mais de 6.500 contribuintes, principalmente Integrantes da Organização Odebrecht, que foram responsáveis pela arrecadação de 100% dos recursos para os projetos socioeducacionais selecionados na campanha, que correspondem a cerca de R$ 3,3 milhões. O resultado, que superou expectativas, em especial face ao cenário desafiador no País, beneficiará mais de 1.100 crianças e adolescentes em 2017 (saiba mais).

O Programa PDCIS também teve um ano com índices importantes: mais de mil alunos foram beneficiados com as Casas Familiares e 800 agricultores familiares foram impactados com novas tecnologias de produção e comercialização, o que permitiu o alcance de R$ 43 milhões em faturamento apenas em 2016. "Apoiamos ainda instituições que alcançaram marcas de 305 mil atendimentos de cidadania oferecidos e 201 mil árvores plantadas em áreas de Mata Atlântica na Bahia", disse Eduardo Odebrecht de Queiroz, Presidente Executivo e Vice-Presidente do Conselho de Curadores da Fundação.

Foi também em 2016 que uma campanha com foco na valorização e disseminação da cultura Odebrecht foi lançada pela Fundação, por meio dos livros do Programa Editorial, que concentra a administração de mais de 60 títulos de temáticas diversas. Parte deste acervo, os livros da Tecnologia Empresarial Odebrecht foram comercializados para mais de 20 países. Durante a campanha, vídeos e infomails sobre as obras foram disponibilizados para o público interno da Organização, em português, inglês e espanhol.

Graciela Mends Ribeiro Reis, Vice-Presidente de Governança & Organização, avaliou os resultados consolidados no Relatório reforçando a visão de futuro da instituição. "Seguimos em 2017 com o mesmo compromisso: criar oportunidades que transformam vidas, tendo a crença de que os Seres Humanos possuem incessante desejo de evoluir e que apenas precisam dos instrumentos corretos e adequados para desenvolver toda sua capacidade", disse.

Com 51 anos de existência, a Fundação Odebrecht cria oportunidades para a transformação social ao fomentar, simultaneamente, a geração de trabalho e renda, o acesso a uma educação contextualizada e de qualidade, com cidadania e respeito ao meio ambiente.