Comunicação

Notícias

Uma parceria público-privada (PPP) em educação, a primeira da América Latina. Por meio dela, a Inova BH, concessionária liderada pela Odebrecht Engenharia & Construção, foi responsável por construir, manter e gerenciar os serviços não pedagógicos de 51 escolas de Belo Horizonte – 46 unidades de educação infantil e cinco de ensino fundamental. Em  novembro, o projeto venceu o PPP Awards & Conference Brazil 2017, evento que prestigia parcerias público-privadas desenvolvidos no país. Em cerimônia em São Paulo, o ativo venceu em duas categorias: Projeto Municipal do Ano e Projeto do Ano.

O contrato foi assinado em 2012. As últimas unidades foram entregues em janeiro de 2016 e desde 2015 a Odebrecht atua na parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte, gerenciando as atividades não pedagógicas das unidades, que têm capacidade para atender juntas 25 mil estudantes. 

Light Steel Frame

O projeto, desde a sua construção, foi pensado pelo viés da inovação. As unidades foram construídas em diferentes regiões de Belo Horizonte, principalmente em locais de alta vulnerabilidade social onde, historicamente, a cidade possuía déficit de vagas. E todas as escolas foram finalizadas dois meses antes do prazo previsto. Isso foi possível graças à centralização de diversas escolas em um único contrato e à escolha do método construtivo pela concessionária, o Light Steel Frame.

A técnica é bastante utilizada em países como Japão, Chile, Canadá e Estados Unidos, mas até então pouco conhecido no Brasil. O método padroniza o processo construtivo e sua facilidade e rapidez de montagem possibilitaram que a Inova BH mantivesse vários canteiros de obras simultâneos.