Comunicação

Notícias

Juliana Baiardi, atual presidente da Odebrecht TransPort, foi indicada nesta semana para assumir a partir de maio a presidência da Atvos, empresa do Grupo Odebrecht que produz e comercializa etanol, açúcar VHP e energia elétrica a partir da cana-de-açúcar e da biomassa. Juliana substituirá o executivo Luiz de Mendonça, que liderou a Atvos durante os últimos sete anos e parte, por iniciativa própria, para novos desafios profissionais fora do Grupo. 

Engenheira civil formada pela Universidade Federal da Bahia, Juliana tem MBA na Universidade de Columbia e 14 anos de vivência no mercado financeiro antes de ingressar em 2011 na Odebrecht. A executiva assume com a missão de conduzir a Atvos a um novo ciclo de crescimento e de excelência operacional, além de dar continuidade à reestruturação financeira da empresa. 

Sobre a Atvos

Com 12 anos de atuação no setor sucroenergético, a Atvos emprega mais de 11 mil pessoas e é a segunda maior produtora de etanol e energia elétrica limpa a partir da biomassa no país, produzindo ainda açúcar VHP, exportado para mais de 20 países. Seus ativos abrangem nove unidades agroindustriais nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, com plantio e colheita 100% mecanizados.

Sobre o Grupo Odebrecht

Fundada em 1944, a Odebrecht é um grupo global de origem brasileira, presente em 27 países. Seus sete Negócios têm atuação nos setores petroquímico, de engenharia e construção, infraestrutura, agroindustrial, óleo e gás, transporte e imobiliário. Cada Negócio tem autossuficiência financeira e operacional, com governança própria, reforçada por sistema de conformidade já implantado e pelo compromisso de todos os seus integrantes com atuação ética, íntegra e transparente. O Grupo Odebrecht tem cerca de 48 mil profissionais de diversas nacionalidades e exporta produtos e serviços para aproximadamente 100 países.