Comunicação

Notícias

A Odebrecht S.A. anunciou na noite de sexta-feira, 7/8, que deu início aos atos preparatórios para começar a estruturar o processo de alienação privada de sua participação acionária integral ou parcial na Braskem, maior fabricante de resinas das Américas. A Odebrecht S.A. é controladora da Braskem, com participação de 38,3% do capital total (50,1% do capital votante).

O anúncio sobre o início dos trabalhos destinados a preparar o processo de venda da Braskem é uma demonstração de que a Odebrecht segue cumprindo os compromissos assumidos com os seus credores durante as negociações do seu Plano de Recuperação Judicial, aprovado em assembleia geral dos credores no dia 22/4, e homologado pela Justiça em 27/7. 

A Odebrecht deverá vender sua participação na Braskem em até três anos. Como se trata de processo complexo e longo, precisa ser estruturado com bastante antecedência. A decisão de iniciá-lo foi comunicada pelo Diretor Presidente da Odebrecht S.A., Ruy Sampaio, ao Diretor Presidente da Braskem, Roberto Simões, que imediatamente deu ciência ao mercado.