Comunicação

Notícias

A Odebrecht é uma das 9 empresas brasileiras que obtiveram a nota máxima 10, em uma escala de 0 a 10, pela divulgação do Programa Anticorrupção em um estudo realizado pela ONG Transparência Internacional - TI com as 100 maiores empresas e os 10 maiores bancos do Brasil.

No índice geral, abrangendo as dimensões dos programas anticorrupção e da transparência organizacional, a nota da Odebrecht foi 7,5, pontuação que colocou o Grupo em 29º lugar do ranking e com uma pontuação acima da média total, de 5,7 pontos. A Braskem, empresa do Grupo Odebrecht, ficou com uma pontuação de 8,4, aparecendo em 16º lugar do ranking. 

A evolução de nossas práticas em conformidade é demonstrada pela comparação com os resultados de um estudo similar da Transparência Internacional publicado em 2016, abrangendo 100 multinacionais dos mercados emergentes. Há 2 anos, havíamos atingido o 6º lugar com a nota 7,7 para o programa anticorrupção. Neste estudo de 2016 nenhuma empresa atingiu a nota máxima no quesito anticorrupção. 

A pesquisa "Transparência em Relatórios Corporativos: As 100 maiores empresas e os 10 maiores bancos brasileiros", divulgada nesta terça (30), avalia o quão transparentes são as 100 maiores empresas e os 10 maiores bancos brasileiros. 

"Quando uma empresa divulga em detalhes seu programa anticorrupção, assume um compromisso público: qualquer stakeholder (funcionário, cliente, investidor, regulador) terá elementos para verificar se a promessa está sendo levada adiante e exercer pressão para que isso de fato ocorra", diz a Transparência em seu relatório.

Compromissos assumidos

Os resultados em 2018 são reflexos do Compromisso Odebrecht para uma Atuação Ética, Íntegra e Transparente e dos avanços do Grupo no reforço de medidas de Governança e Conformidade, alinhadas aos mais altos padrões de exigências. 

Esses avanços incluíram a chegada de membros independentes aos Conselhos de Administração da Holding e de todos os Negócios, a aprovação de um Sistema de Conformidade robusto, a criação do Conselho Global, a atuação de monitores externos como parte do Acordo de Leniência assinado, entre outras importantes ações

Sobre o estudo

O estudo da TI é realizado em vários países e avalia o modo como empresas divulgam informações sobre suas práticas anticorrupção, sua estrutura organizacional e seus dados financeiros relativos à atuação país a país – para a ONG, três aspectos essenciais para avaliar a transparência corporativa. As empresas recebem uma nota de acordo com a qualidade da divulgação desses itens e são ranqueadas segundo a pontuação recebida.

Com mais de 20 anos de atuação e presença em mais de 100 países, a Transparência Internacional é uma organização dedicada à luta contra a corrupção no mundo. Ela atua no Brasil no apoio e articulação de grupos locais de combate à corrupção, produção de conhecimento, assessoria a empresas e governos sobre as melhores práticas globais de transparência e integridade.