Comunicação

Releases

Para incentivar ações concretas em prol da redução de perdas hídricas no sistema de distribuição, o “Movimento Menos Perda, Mais Água” – iniciativa da Rede Brasil do Pacto Global da ONU, liderada pela Braskem e Sanasa – lançará nesta terça-feira (4), uma cartilha que apresenta cases de cidades brasileiras que conseguiram diminuir drasticamente o desperdício.

O material será apresentado durante o seminário “Diálogos sobre o Planeta: Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável”, realizado por Furnas e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em Botafogo (RJ). O evento tem como propósito estimular as discussões sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Alinhada com o ODS 6, que propõe “assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos”, a cartilha apresentará medidas tomadas pelas cidades de Campinas (SP), Limeira (SP), Maringá (PR) e Campo Grande (MS), para reduzir as perdas na distribuição, melhorando desta forma o acesso à água tratada de seus habitantes e favorecendo todos os usuários das suas respectivas bacias hidrográficas.

De uma forma geral, estas cidades implementaram melhorias em seus sistemas de medição (macromedição / micromedição) e monitoramento da rede de distribuição, redução da pressão e controle de vazamentos e substituição do material da rede. Como exemplo, no município de Maringá metade das perdas eram decorrentes de hidrômetros deficientes e outros 50% de vazamentos e fraudes na rede de distribuição de água. Para mudar essa realidade, substituíram os contadores de água por versões mais modernas, trocaram as antigas tubulações e instituíram um sistema de monitoramento e de caça a vazamentos.  As alterações fizeram com que a cidade reduzisse em 64% as perdas diárias de água.  

"Otimizar a gestão de água e melhorar o sistema de distribuição urbana no país é de suma importância. No Brasil perdemos anualmente cerca de 37% de toda a água tratada, o que resulta em um prejuízo de R$ 8 bilhões aos cofres públicos e acirramento da disputa pelo acesso a água no âmbito da bacia hidrográfica”, afirma Mario Pino, gerente de Desenvolvimento Sustentável da Braskem. 

Apoio público e privado

Seguindo o propósito da ODS 17, que objetiva “fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável”, o Movimento conta com o apoio de mais de 50 empresas e agora busca o comprometimento dos agentes públicos com a “Carta aos Prefeitos”, para contemplar a redução de perdas de água em suas gestões.
 
Antes das eleições, 12 candidatos de dez cidades assinaram o documento. São elas: São Paulo (SP), Campinas (SP), Piracicaba (SP), Piracaia (SP), Caraguatatuba (SP), Atibaia (SP), Maceió (AL) e Porto Alegre (RS) endossaram o documento.
 
SERVIÇO
Seminário "Diálogos sobre o Planeta: Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável"
Local: Auditório de Furnas - Rua Real Grandeza, 219, Botafogo - Rio de Janeiro
Data: 04 de outubro de 2016
Horário: 9h às 18h30
 
Palestra Saneamento Ambiental e Perdas Em Sistemas De Abastecimento De Água 
Palestrante: Adriana Lellis (SANASA)
Horário: 16h45 às 17h

Rede Brasil do Pacto Global da ONU
Lançado em 2000, o Pacto Global da ONU é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa voluntária do mundo. Reúne mais de 13 mil signatários – entre empresas (pequenas, médias e grandes) e organizações – em mais de 160 países com o objetivo de alinhar os negócios a dez princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. Criada em 2003 e hoje a quarta maior rede do mundo, com quase 800 signatários, a Rede Brasil do Pacto Global é vinculada ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A iniciativa promove ações colaborativas lideradas pelo setor privado, por meio da construção de parcerias com diversos setores, como a sociedade civil, governos e agências da ONU. Para os signatários, há o acesso a diversas informações, oportunidades de capacitação e networking, além da possibilidade de participação nos Grupos Temáticos – Água, Agricultura e Alimentos, Anticorrupção, Direitos Humanos e Trabalho e Energia e Clima. Até 2030, o Pacto Global tem o desafio de promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Saiba mais: www.pactoglobal.org.br.

Sobre a Braskem
Controlada pela Organização Odebrecht, a Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, com volume anual de 16 milhões de toneladas de resinas e outros produtos petroquímicos básicos. Com faturamento de R$ 53 bilhões, é a maior produtora mundial de biopolímeros – polietileno derivado do etanol de cana-de-açúcar (Plástico Verde), com capacidade de 200 mil toneladas anuais. Com o propósito de melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico, a Braskem atua em mais de 70 países, conta com cerca de 8 mil integrantes e opera 40 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México.

Braskem nas redes sociais
www.facebook.com/BraskemSA
www.linkedin.com/company/braskem
www.twitter.com/BraskemSA

Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:
CDN Comunicação 
Ana Beatriz Paschoal – (55 11) 3643-2737 – anabeatriz.paschoal@cdn.com.br 
Priscila Ventura – (55 11) 3643-2744 – priscila.ventura@cdn.com.br 
Priscila Nishimori – (55 11) 3643-2802 – priscila.nishimori@cdn.com.br