Comunicação

Releases

A Odebrecht celebrou um acordo de cooperação em caráter definitivo com a Justiça do Panamá. O acordo prevê uma multa que pode chegar a US$ 220 milhões, a serem pagos em 12 anos, dos quais US$ 100 milhões correspondem especificamente ao uso do sistema financeiro do país.

A exemplo do que aconteceu no Brasil, Estados Unidos, Suíça, República Dominicana e Equador, o acordo mostra que a empresa segue disposta a colaborar com autoridades dos países em que atua. A cooperação com a Justiça desses países tem como objetivo contribuir com o avanço das investigações em curso e a elucidação de todos os fatos apresentados.

Presente no Panamá desde 2006, tendo participado da construção de projetos estruturantes para o país, a Odebrecht vem adotando as medidas necessárias para aprimorar seu compromisso com práticas empresariais éticas, íntegras e de promoção da transparência em todas as suas ações.

Dentre os principais projetos da empresa no Panamá, podem ser citados a expansão do aeroporto de Tocumén, na capital, um dos maiores hubs da América Latina, a renovação urbana de Curundú e Colón, as três fases da Cinta Costera, as linhas 1 e 2 do metrô, além de projetos de saneamento, de energia, entre outros. Atualmente mais de 10 mil integrantes atuam nas obras em execução pela empresa no país.