Comunicação

Releases

Liderado pela Odebrecht Engenharia & Construção Internacional – Engenharia Industrial, o projeto Etileno XXI, que compreende a construção do maior complexo petroquímico da América Latina, em Coatzacoalcos, México, recebeu o Prêmio de Segurança Industrial – The 2015 DuPont Safety and Sustainability Awards. A cerimônia da premiação ocorreu durante evento realizado no dia 12 de outubro, em Wilmington, Delaware, nos Estados Unidos.

O Consórcio Etileno XXI, cuja participação inclui também as empresas Technip da Itália e ICAFluor do México, enfrentou desafios consideráveis para a implantação de uma cultura eficiente de segurança. Diferentes percepções de riscos e abordagens para mitigá-los no projeto, assim como barreiras culturais para práticas seguras no canteiro de obras influenciaram fortemente a conquista do prêmio.

Outra característica relevante é a dimensão do empreendimento. Com 17.055 mil integrantes no pico da obra e mais de 26 mil ao longo da construção, de 29 diferentes nacionalidades, o desafio diário é garantir a segurança no trabalho desse contingente de pessoas desde o início da construção, em 2012.

O prêmio foi outorgado ao Etileno XXI pelo seu desempenho em segurança industrial e registrou a maior pontuação reconhecida na história do prêmio. A gestão respaldada pelo compromisso da alta direção, com políticas, padrões e procedimentos que permitem identificar, monitorar e controlar de forma consistente os riscos e potenciais perigos de SMS, busca constantemente a eliminação dos incidentes e cumpre com as normas legais, melhorando o desempenho do empreendimento.

O comprometimento da alta liderança do cliente Braskem-Idesa e do Etileno XXI, suportado por seus sócios – Odebrecht Engenharia & Construção Internacional, Technip e ICAFluor – formaram uma base sólida para alcançar esse nível de segurança e proteção das pessoas.

Para isso, foi estabelecido um Sistema de Gerenciamento de Saúde, Meio Ambiente e Segurança (SMS), baseado em comportamento, percepção de risco dos Integrantes e mudança de atitude em relação a prevenção. Os treinamentos personalizados, programas de segurança baseados no comportamento humano, comunicação efetiva, indicadores preventivos avaliados pela direção do projeto e o reconhecimento das pessoas foram fundamentais no caminho para a meta zero incidentes.

Esses esforços proporcionaram resultados que podem ser traduzidos em mais de 92 milhões de homens/hora trabalhadas com taxas recordes no quesito segurança.

O complexo petroquímico irá incluir as seguintes instalações:

  • Cracker de eteno a partir de etano, utilizando tecnologia proprietária da Technip.
  • Duas plantas de polietileno de alta densidade utilizando tecnologia INEOS Innovene.
  • Uma planta de polietileno de baixa densidade utilizando tecnologia BASEL Lupotech.
  • Instalações de armazenagem, tratamento de resíduos e utilidades, que incluirá uma planta de cogeração de ciclo combinado de energia e vapor de 150 MW.
  • Uma plataforma logística multimodal para transporte de 1 milhão de toneladas de polietileno por ano através de trens e caminhões de carga ou ensacados.
  • Prédios administrativos, de manutenção, de apoio e sala de controle.

Após a conclusão da obra, o projeto será operado pela Braskem-Idesa, empresa mexicana formada pela brasileira Braskem (braço petroquímico do Grupo Odebrecht e a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas) e o Grupo Idesa, importante empresa do setor petroquímico no México.

Resultado de um investimento de US$ 4,5 bilhões, o complexo iniciará as operações em dezembro deste ano, e terá capacidade de processamento de 66 mil barris por dia de etano, produzindo anualmente 1,05 milhões de toneladas de etileno, matéria prima para a produção de 750 mil toneladas de polietileno de alta densidade e 300 mil toneladas de polietileno de baixa densidade.

Desde 1992 no México, a Odebrecht participa de projetos estratégicos de infraestrutura e petroquímica para o país. Sua primeira conquista foi a construção, na região de Huítes, Estado de Sinaloa, de uma barragem e uma hidrelétrica. A empresa também esteve à frente do Projeto Hidroagrícola de Michoacán, que abastece de água para a produção agrícola o estado de Michoacán, região central do território mexicano de clima semiárido. Em Minatitlán, a Odebrecht executou a modernização e ampliação da Refinaria General Lázaro Cárdenas, para a Petróleos Mexicana (Pemex).

Nestes mais de 23 anos, a Odebrecht se sente orgulhosa de participar na construção de diversos projetos que contribuem para a melhoria da qualidade de vida dos mexicanos. Atualmente, lidera três projetos de investimentos: Etileno XXI, Los Ramones Norte Gasoduto e o Sistema de Gestão de Águas do Município de Veracruz.

O processo de internacionalização da Odebrecht é parte de uma decisão estratégico-empresarial para garantir a sobrevivência, o crescimento e a perpetuidade do negócio. Executar uma obra no exterior é sempre mais desafiador porque atua-se em locais, muitas vezes, pouco conhecidos e submete-se a diferentes culturas e legislações. A exportação de serviços, neste caso os de Engenharia, é a mais sofisticada maneira de um país se integrar no mercado internacional, pois exporta-se capacidade, conhecimento, experiência e bens e serviços brasileiros necessários à realização da obra.

Sobre o Prêmio de Segurança e Sustentabilidade DuPont

Criado em 2002, o Prêmio de Segurança e Sustentabilidade Dupont está em sua 12ª edição. Tem como objetivo celebrar as conquistas das organizações de todos os tamanhos no mundo e que encontraram formas inovadoras de fazer uma diferença para a segurança e saúde dos seus trabalhadores, ao meio ambiente e à produtividade. Um júri de especialistas avalia projetos de acordo com critérios como envolvimento de gestão, evolução cultural, melhoria de desempenho, inovação e engajamento das partes interessadas. Todas as candidaturas devem demonstrar resultados mensuráveis e melhorias que podem ser aferido através de indicadores-chave de desempenho definidos.

Sobre a Organização Odebrecht

A Organização Odebrecht, quinta maior organização privada brasileira, completa 71 anos em 2015, com presença em 21 países e crescimento médio anual da receita bruta de 20% nos últimos quinze anos, sobretudo no exterior. Líder nos segmentos de engenharia e construção e de química e petroquímica na América Latina, a Organização atua também no setor de bioenergia, engenharia ambiental, defesa, imobiliário, óleo e gás, naval, transporte e logística com lideranças próprias, sócios estratégicos, governança estabelecida, sistemas de conformidade e fluxos de caixa completamente segregados. A Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO), filosofia empresarial que tem entre seus princípios básicos o Espírito de Servir e a Confiança nas Pessoas, permite uma descentralização dos Negócios, que trabalham de forma autônoma, com base na Delegação Planejada. A Organização integra mais de 168 mil profissionais de 65 diferentes nacionalidades e exporta produtos e serviços para mais de 60 países.

Mais informações para a imprensa:
CDN Comunicação Corporativa
Fernanda Marques – Tel. (11) 3643-2750 – fernanda.marques@cdn.com.br
Juliana Souza - Tel. (11) 3643-2724 – juliana.souza@cdn.com.br
Thais Rosa - Tel. (11) 3643-2717 – thais.rosa@cdn.com.br