Governança

Conselho e Diretoria

Conselho de Administração da Odebrecht S.A.

O Conselho de Administração da Odebrecht é composto dos seguintes membros:

Ruy Lemos Sampaio, Presidente do Conselho de Administração

Ruy Sampaio nasceu em Salvador, em 1950. É formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), e cursou o mestrado na Universidade de Michigan com especialidade em finanças e contabilidade.

Integrou o grupo Akzo e, na década de 1980, teve uma experiência acadêmica como professor na UNIFACS e no mestrado de administração de empresa da UFBA. No setor público, assumiu a diretoria de Indústrias Diversas da Secretaria de Indústria e Comércio do Estado da Bahia. Ingressou na Odebrecht em 1985 e passou por posições como Tesoureiro, diretor de Finanças Internacionais e diretor de Investimentos da Odebrecht S.A. No Grupo, exerceu ainda o cargo de diretor Financeiro da Tenenge S.A., SLP (Sea & Land Piping Company), no Reino Unido, Copene e Odebrecht Química. Em 2009 assumiu a diretoria da Kieppe Participações e Administração Ltda, empresa controladora da Odebrecht S.A. É sócio da RPH Engenharia Ltda. e participa da administração da CRC Serviços Medico Hospitalares Ltda. e FVS Holding Patrimonial S/A.

Luciano Guidolin, Vice-Presidente do Conselho de Administração

Luciano Guidolin nasceu em São Paulo, em 04 de outubro de 1972, é engenheiro, possui mestrado em Administração de Empresas, pela Harvard Business School, e está há 24 anos no Grupo Odebrecht.

Ingressou no Grupo Odebrecht em 1994 como estagiário na OPP Petroquímica, posteriormente Braskem, tendo atuado em diversas funções, entre elas, diretor de Planejamento Corporativo, diretor de Marketing e Desenvolvimento de Vinílicos, diretor de Exportação de Poliolefinas e diretor comercial de Vinílicos. Participou da criação da ETH Bioenergia, atual Odebrecht Agroindustrial, como diretor financeiro. 

Atuou como diretor financeiro da Odebrecht S.A., em que serviu no Conselho de Administração de várias empresas do Grupo. Retornou à Braskem como diretor vice-presidente de Poliolefinas, Vinílicos, Renováveis, Tecnologia e Europa.  

No início de 2017, tornou-se responsável por Investimentos na Odebrecht S.A., e, em 12 de maio de 2017, foi eleito diretor-presidente da Odebrecht, em substituição a Newton de Souza

João Pinheiro Nogueira Batista

João Pinheiro Nogueira Batista, nasceu no Rio de Janeiro, em 13 de agosto de 1956, é economista pela PUC-RJ e tem MBA em Engenharia Econômica pela Universidade Gama Filho.  Atua há mais de 10 anos em Conselhos de Administração de empresas no Brasil. No Grupo Odebrecht, é membro independente dos Conselhos de Administração da Odebrecht Engenharia e Construção desde junho de 2017 e da Ocyan desde abril de 2018, nos quais permanecerá até o final do mês de janeiro de 2019 para dedicar-se exclusivamente ao Conselho de Administração da Odebrecht S.A. 

Adicionalmente, integra os Conselhos de Administração da Light, da Swiss Re Corporate Solutions Brasil, da Evoltz Transmission, assim como do Instituto de Reciclagem do Adolescente. Em sua ampla carreira executiva construída nos setores público e priovado, foi CEO da Swiss Re, da Bertin S.A. e da Suzano Petroquímica, bem como ocupou diretorias em empresas como Petrobras, Dresdner Bank, Citibank, Radiobras e Siderbras.

Roberto Faldini

Roberto Faldini, nascido em São Paulo, em 06/09/1948. Formado em Administração de Empresas pela EAESP-FGV (1972), com especialização em Gestão Avançada - Fundação Dom Cabral e INSEAD-Fontainebleau, França (1991), Empreendedorismo - Babson College-Boston, USA (2004) e Governança Corporativa – Training of Trainers (IFC - International Finance Corporation – IBGC). É Conselheiro de Administração Certificado pelo IBGC.

Por mais de 20 anos foi diretor executivo e membro do Conselho de Administração e acionista do grupo controlador da Metal Leve S.A. Presidiu a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e coordenou por cinco anos, em São Paulo, o Núcleo da Empresa Familiar da Fundação Dom Cabral. É co-fundador do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) e mantém atuação em várias de suas comissões. Participa ainda, como membro associado, do Instituto Brasileiro dos Executivos Financeiros e do FBN (Family Business Network). 

Integra o conselho consultivo do ETCO (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial), e os conselhos da Vulcabras/Azaleia S.A, Banco BMG S.A. e Marfrig Global Foods, entre outros. É diretor da Fundação Cultural Ema Gordon Klabin e é empresário voluntário (Venture Corp) da Endeavor Brasil. Em 1990 foi eleito pelos associados do IBEF/SP “O Executivo Financeiro do Ano”.

 

Comitês de Assessoramento

O Conselho de Administração da Odebrecht S.A. (CA-ODB) conta com o apoio de comitês de assessoramento, constituídos de acordo com deliberação do CA-ODB, com a consequente designação dos seus membros e seus respectivos coordenadores. Apenas membros do Conselho de Administração da Odebrecht S.A. podem compor os comitês de assessoramento. Os comitês, que podem ser permanentes ou "ad hoc", exercem a função de analisar, sem caráter deliberativo, matérias para subsidiar as deliberações do CA-ODB. O Conselho de Administração da Odebrecht S.A. conta com os seguintes comitês permanentes: 

Comitê de Conformidade

Tem a função de zelar pelo compromisso contínuo da Odebrecht de atuar com ética, integridade e transparência, em alinhamento com as práticas de mercado e com as leis, normas e políticas da Odebrecht S.A., bem como acompanhar os controles internos e da exposição a riscos.

Membros: 

  • Roberto Faldini

Comitê de Finanças e Investimentos

Tem a função de analisar as questões relacionadas a finanças, investimentos em geral, composição do portfólio de Negócios, riscos financeiros da ODB e a proposição sobre contratação e o acompanhamento dos trabalhos dos auditores externos.

Membros: 

  • João Pinheiro Nogueira Batista, na qualidade de coordenador
  • Ruy Lemos Sampaio

Comitê de Cultura, Pessoas e Sustentabilidade

Tem a função de zelar pelas boas práticas da TEO, pela sucessão de líderes, pela definição dos parâmetros de remuneração, pela coerência na definição da macroestrutura da ODB e para subsidiar assuntos sobre sustentabilidade.

Membros: 

 

  • Roberto Faldini, na qualidade de coordenador 

 

Responsável Por Conformidade da Odebrecht S.A.

O responsável por Conformidade na Odebrecht S.A. é liderado diretamente pelo coordenador do Comitê de Conformidade da Odebrecht S.A., órgão de apoio do Conselho de Administração.

Olga Pontes, Responsável por Conformidade

Olga Pontes nasceu na Bahia, em 14 de novembro de 1975, tem MBA em Governança Corporativa, pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (FIPECAFI), MBA em Gestão Empresarial, pela Fundação Getúlio Vargas, especialização em Liderança Global pela Dom Cabral, é graduada em Processamento de Dados, pela Rui Barbosa, e cursou Engenharia Civil, na Universidade Federal da Bahia. Olga possui mais de 20 anos de experiência profissional em conformidade, gestão de risco, governança e auditoria interna construídos em projetos internacionais trabalhando na EY, sendo dois deles para a EY Londres. Ingressou no Grupo Odebrecht, em 2006, como responsável por Segurança da Informação (CSO) da Braskem e, em 2009, passou a ser a responsável por Segurança Empresarial. Desde abril de 2016, é a responsável por Conformidade na Odebrecht S.A com o desafio de definir e liderar a implementação do programa de Compliance, e acompanhar os compromissos de conformidade assumidos pela Odebrecht com diversas autoridades.

 

Diretoria Executiva da Odebrecht S.A.

A Diretoria da Odebrecht S.A. é composta dos seguintes membros:

Luciano Guidolin, Diretor-Presidente

Luciano Guidolin nasceu em São Paulo, em 04 de outubro de 1972, é engenheiro, possui mestrado em Administração de Empresas, pela Harvard Business School, e está há 24 anos no Grupo Odebrecht.

Luciano ingressou no Grupo Odebrecht em 1994 como estagiário na OPP Petroquímica, posteriormente Braskem, tendo atuado em diversas funções, entre elas, diretor de Planejamento Corporativo, diretor de Marketing e Desenvolvimento de Vinílicos, diretor de Exportação de Poliolefinas e diretor comercial de Vinílicos. Participou da criação da ETH Bioenergia, atual Odebrecht Agroindustrial, como diretor financeiro. 

Atuou como diretor financeiro da Odebrecht S.A., em que serviu no Conselho de Administração de várias empresas do Grupo. Retornou à Braskem como diretor vice-presidente de Poliolefinas, Vinílicos, Renováveis, Tecnologia e Europa.  

No início de 2017, tornou-se responsável por Investimentos na Odebrecht S.A., e, em 12 de maio de 2017, foi eleito diretor-presidente da Odebrecht, em substituição a Newton de Souza

Daniel Villar, Responsável por Apoio Funcional em Pessoas e Comunicação

Daniel Villar nasceu na Bahia, em 26 de novembro de 1972. É formado em Engenharia Civil, pela PUC-RJ, e está há 23 anos no Grupo Odebrecht.  

Daniel ingressou no Grupo Odebrecht como estagiário na Construtora Norberto Odebrecht (CNO) em 1995, na obra do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. Entre 2006 e 2007, exerceu o cargo de diretor superintendente para o mercado delegado de infraestrutura do Cone Sul (Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia) e, entre 2008 e 2010, para o mercado delegado da Líbia. A sua experiência internacional na CNO inclui ainda sete anos no Peru e três anos no Equador. 

De 2011 a 2013, atuou como diretor superintendente na Odebrecht Realizações e, desde 2014, atua como responsável por Planejamento e Pessoas na Odebrecht S.A.

Marco Rabello, Responsável por Apoio Funcional em Finanças, Planejamento e Investimentos

Maurício Bezerra, Responsável por Apoio Funcional Jurídico e de Governança

Maurício Bezerra nasceu em Salvador, em 20 de abril de 1975, é Bacharelado em Direito pela Universidade Salvador e LLM International Economic Law (University of Warwick - UK). Antes de ingressar no Grupo, o Mauricio atuou, entre 1999 a 2001, como Consultor Tributário na Arthur Andersen; entre 2001 e 2002 como Consultor Tributário na PriceWaterhouseCoopers. Em 2003 e 2004, cursou o LLM International Economic Law. Atuou como Gerente de Estruturação no StandardBank durante o período de 2004 a 2007, e como Gerente de Estruturação na Merrill Lynch de 2007 a 2008.

Em 2008, ingressou no Grupo Odebrecht na Braskem S.A. atuando como responsável pela área tributária e, posteriormente como Diretor Jurídico, onde permaneceu até 2013. Entre 2013 e 2016, atuou como Responsável Jurídico da Odebrecht Ambiental S.A., e em 2017 ingressou na Odebrecht Engenharia e Construção (OEC). 

No Grupo Odebrecht participou de importantes operações de M&A, como a venda da Odebrecht Ambiental para a Brookfield; a aquisição da Quattor pela Braskem; o follow-on FI-FGTS e a venda de participação da Odebrecht Utilities para a Funcef. Participou ativamente nas negociações dos acordos de colaboração e dos acordos de leniência da Odebrecht no Brasil e exterior (tento liderado os esforços na América Latina).

Mônica Odebrecht, Assessora do Diretor-Presidente

Mônica Odebrecht nasceu na Bahia, em 16 de março de 1970, é advogada, formada pela Universidade Católica de Salvador, e trabalha no Grupo Odebrecht desde 1994. Iniciou sua carreira na holding Odebrecht S.A., atuando na área corporativa até 1999, quando foi para os Estados Unidos para trabalhar temporariamente no Clifford Chance LLP. Ao retornar ao Brasil, em 2000, atuou na área empresarial e financeira das empresas do Negócio Química & Petroquímica do Grupo Odebrecht (atual Braskem), até 2002, quando foi transferida para a Construtora Norberto Odebrecht S.A., onde também atuou nas áreas corporativa e financeira até 2008. A partir daí, voltou para a área jurídica da Odebrecht S.A.

Atualmente é assessora especial da Odebrecht S.A. e diretora de várias empresas do Grupo, inclusive da ODBINV S.A., controladora da Odebrecht S.A.

Rodrigo Salles, Assessor do Diretor-Presidente

Rodrigo Salles nasceu em 20 de julho de 1975, é advogado, formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica do São Paulo e tem MBA pelo IBMEC-SP. Ingressou no Grupo Odebrecht em 2003, como advogado da Braskem, onde permaneceu até 2006. Entre 2008 e 2015 foi Diretor Jurídico da Odebrecht Realizações Imobiliárias e, em 2016, atuou como assessor jurídico do Conselho de Administração da Construtora Norberto Odebrecht. Participou ativamente nas negociações dos acordos de leniência da Odebrecht no exterior (tendo liderado os esforços na Suíça). Atualmente é assessor da Odebrecht S.A., responsável por Investimentos Societários e membro do Conselho de Administração da Braskem S.A. e da Odebrecht Transport S.A. Antes de ingressar no Grupo, Rodrigo Salles atuou como estagiário e advogado no escritório de advocacia Pinheiro Neto Advogados de 1996 a 2003 e como foreign associate do Davis Polk em Nova York de 2006 a 2007.