Negócios

Nossos Negócios

Odebrecht Óleo e Gás

Fundada em 2006, a Odebrecht Óleo e Gás provê soluções integradas para a indústria de óleo e gás upstream no Brasil e exterior nas fases de investimentos e operações, nos segmentos de Afretamento e Operação de Sondas Offshore, Fornecimento e Instalação de Infraestrutura Submarina, Afretamento e Operação de Unidades de Produção Offshore e Manutenção e Serviços Offshore. Empresa privada brasileira e de capital fechado, tem 100% de seu capital detido pela Odebrecht S.A.

A Empresa tem como visão ser a escolha número um dos clientes. Para isso, pauta sua atuação na excelência operacional e agregação de valor para clientes e acionistas por meio do investimento em pessoas de conhecimento, tecnologias avançadas e práticas sustentáveis nos negócios. 

Suas áreas de atuação são:

  • Manutenção e Serviços Offshore
  • Perfuração Offshore
  • Produção Offshore
  • Construção Submarina

Com sede administrativa na cidade do Rio de Janeiro, mantém três Bases de Apoio Logístico: duas em Macaé (RJ) e uma em Itajaí (SC), além de um escritório na Áustria.

Seus ativos são compostos por seis sondas de perfuração, sendo quatro navios-sonda e duas plataformas semissubmersíveis, além de dois FPSO (Floating Production Storage and Offloading) e duas embarcações de lançamento de linhas submarinas – PLSV (Pipe Laying Support Vessel).

Entre as realizações mais recentes estão:

  • Estruturação da Área de Conformidade, em sintonia com organismos externos nacionais e internacionais;
  • Restruturação dos bonds em avanço, atrelada à reestruturação das dívidas corporativas mantidas com bancos;
  • Chegada do FPSO Pioneiro de Libra ao Brasil;
  • Utilização pela primeira vez no mundo da técnica Floating Mud Cap Drilling (FMCD) offshore em lâmina d’água profunda. A iniciativa, conduzida pela Área de Engenharia, levou a ODN Delba III a ter sua melhor avaliação histórica em ranking do cliente;
  • Na Produção Offshore, FPSO Cidade de Itajaí atingiu marca acumulada de 76 milhões de barris de óleo produzido e produção média de 46,3 mil barris de óleo/dia;
  • O uptime econômico médio das duas embarcações PLSVs (TOP Coral do Atlântico e TOP Estrela do Mar) em 2016 foi de 94,6%;
  • 9,2 mil pessoas em 27 comunidades beneficiadas diretamente em projetos sociais nas áreas de educação básica, cultura, esporte e lazer. 
  • FPSO Cidade de Itajaí

  • A Odebrecht Óleo e Gás oferece soluções integradas

  • PLSVs (Pipe Laying Support Vessel)

  • Unidade de Perfuração Offshore NORBE VIII

Prêmios e Reconhecimentos

A atuação no setor rendeu à Odebrecht Óleo e Gás condecorações como os prêmios Latin American Offshore Drilling Deal e Latin America Oil & Gas Deal of the Year 2013, concedidos pela revista Project Finance; e o Project Bond Deal of the Year 2013, concedido pela revista World Finance.

Túnel do Tempo

Na década de 1970, o Brasil investia maciçamente na prospecção e exploração interna de petróleo, ante a dependência do combustível externo. Entre 1975 e 1976, a Odebrecht iniciou as sondagens nos campos de Vaza-Barris, em Sergipe, e de Garoupa e Pargo, na Bacia de Campos (RJ), onde se anunciara a descoberta de petróleo em 1974.

Em 1979, é criada a Odebrecht Perfurações Ltda. (OPL), para a perfuração de poços em terra e no mar e lançamento de oleodutos e serviços complementares. Após vencer a primeira concorrência da Petrobras para perfuração na plataforma continental, a OPL adquiriu, em Cingapura, a plataforma autoelevatória NORBE I. A operação fez com que a Odebrecht se tornasse a primeira entre as empresas privadas brasileiras a prestar esse tipo de serviço.

Na década de 1980, encorajou-se a fazer perfurações em áreas com lâminas d’água superiores a 90 metros de profundidade, além de aprender a operar com plataformas semissubmersíveis. Uma parceria com a Triangle Drillind e a francesa Foramer S.A. permitiu a operação das NORBE I, II, III, IV e V. Ao fim da década, a OPL já era a maior frota privada do país para perfuração e exploração de petróleo no mar, com 8 plataformas.

Nos anos 1990, a empresa expandiu sua atuação para o exterior, incluindo o Mar do Norte, com foco na prestação de serviços e operação de FPSO para novos Clientes. Em 2006, a Organização concentrou seus investimentos em petróleo e gás em um novo Negócio, a Odebrecht Óleo e Gás.