Sustentabilidade

Valorização da Cultura

Cidades e Regiões

A Odebrecht patrocina uma coletânea de livros que apresenta as características de cidades e regiões do Brasil e do exterior. Por meio dela, é possível conhecer as singularidades de lugares como a Ilha de Fernando de Noronha e o Vale do São Francisco, bem como a riqueza de municípios cosmopolitas, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

As publicações também descortinam a história e as belezas de países como República Dominicana, Equador e Venezuela.

Confira abaixo o acervo patrocinado pela Organização:

Brasil Antigo

O pintor suíço Abraham-Louis Buvelot (1814-1888) conheceu o Brasil em 1840, durante visita a um tio que vivia em Salvador. Encantado com a natureza e a luz dos trópicos, adotou o país como tema de suas pinturas. Em 1854, retornou à Suíça, levando em suas telas um inestimável documento sobre o Brasil da segunda metade do século XIX.

Brasil Antigo, editado em 1981, apresenta oito quadros inéditos de Buvelot, descobertos em coleções particulares suíças. As aquarelas e óleos retratam paisagens brasileiras, como o bairro do Rio Comprido, no Rio de Janeiro, e a Baía de Todos os Santos, em Salvador.

A edição bilíngue (português / inglês) tem texto do historiador Gilberto Ferrez e prefácio de Maurice Pianzola.

Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro

O aristocrata alemão, Karl Robert Barton von Planitz (1804-1847), viveu no Brasil a partir de 1833 e, até o fim da vida, procurou registrar em desenhos a cultura e a natureza dessas terras tropicais.

Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro reproduz oito litogravuras em sépia de von Planitz. O tema são as belezas naturais fluminenses, que tanto atraíram o artista nas primeiras décadas do século XIX.

Editado em 1985, o livro tem pesquisa iconográfica e texto bilíngue (português / inglês) de Paulo Berger, além de introdução do pintor Mário Barata.

Ecos de la Mitad del Mundo

Marco do meio do mundo, o Equador combina nuances culturais, etnias diversas, algumas milenares, e paisagens contrastantes, numa geografia complexa.

Ecos de la Mitad Del Mundo, publicação bilíngue (português / espanhol), apresenta ao leitor a diversidade das quatro regiões equatorianas, vista pelo olhar artístico de Tina Coêlho e João Paulo Barbosa – dois jovens e talentosos fotógrafos brasileiros.

Editado em 2002, o livro reúne centenas de imagens poéticas, escolhidas entre as milhares de fotografias produzidas. Elas nos levam a viajar pelos vulcões da serra equatoriana, pelos maiores mangues do mundo na região costeira, pelas aldeias indígenas da Amazônia Equatoriana e pelas maravilhas das Ilhas Galápagos, uma jóia da biodiversidade.

Escrito da Pedra: Cor, Forma e Movimento nos Grafismos Rupestres na Bahia

Escrito da Pedra: Cor, Forma e Movimento nos Grafismos Rupestres na Bahia oferece ao leitor um panorama do, então desconhecido, conjunto de sítios arqueológicos espalhados pelo estado da Bahia. O livro tem autoria do antropólogo Carlos Alberto Etchevarne. O pesquisador visitou e analisou 229 locais com pinturas e gravuras, num total de 110 sítios distribuídos em 54 municípios do estado.

O trabalho é resultado do projeto de pesquisa Homem e Natureza - Imagens da arte rupestre na Bahia, que venceu o Prêmio Clarival do Prado Valladares 2006. O patrocínio da Organização possibilitou, além da publicação do livro, a criação de um banco de dados para pesquisadores no Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal da Bahia.

Gramado Brasil

Fotos de Leonid Streliaev e textos de Luís Fernando Veríssimo apresentam a cidade de Gramado ao leitor. A obra foi patrocinada pela Organização Odebrecht e lançada em 2006.

Páginas