Sustentabilidade

Valorização da Cultura

Parceria

Com o objetivo de preservar os patrimônios histórico, artístico e cultural dos países onde atua, a Odebrecht tem estabelecido parcerias com editoras, universidades, entidades representativas de classe e órgãos governamentais. Esse trabalho viabiliza importantes trabalhos na área. Desenvolvidas por estudiosos, as obras discorrem sobre assuntos diversos, mas que compartilham do intuito de propor uma reflexão sobre o passado, o presente e o futuro de diferentes segmentos sociais.

Veja mais sobre os títulos frutos dessas parcerias abaixo:

Dedal de Arena

Publicado em 2004 pela Editora Garamond, Dedal de Arena é o terceiro livro de Antonio Brasileiro, escritor, professor universitário e artista plástico. Apresentado por Miguel Sanches Neto, o livro reúne três conjuntos de poemas: A Espuma das Coisas, O Cabeleireiro e Harpsichord Almidonado.

Desafios de Engenharia em Portugal

Lançado em 2003, ano em que a Bento Pedroso Construções completava 50 anos, o livro associa a experiência da prática empresarial em engenharia e a construção aos conceitos acadêmicos.

Desafios de Engenharia em Portugal apresenta as contribuições da engenharia acadêmica em obras relevantes como a Ponte Vasco da Gama, a Gare do Oriente, o Metropolitano de Lisboa, entre outras. Em edição bilíngue (português/inglês), traz fichas técnicas dos empreendimentos abordados.

Dioniso e Cia. na Moqueca de Dendê: desejo, revolução, e prazer na obra de Jorge Amado

Dioniso e Cia. na Moqueca de Dendê: desejo, revolução e prazer na obra de Jorge Amado analisa o caráter dionisíaco que marca a obra de Jorge Amado a partir do romance Gabriela, cravo e canela. Editado em 2003, com chancela da Academia de Letras da Bahia, o livro é de Jorge de Souza Araújo, doutor em Literatura.

Diplomacia Brasileira - História e Atualidade

Fruto de parceria entre a Odebrecht e a Embraer, o CD-ROM Diplomacia Brasileira – História e Atualidade, editado em 2000, traz uma visão abrangente da atuação do Brasil no cenário diplomático internacional. Mostra como o país, inspirando-se no gênio de Alexandre de Gusmão, José Bonifácio e o Barão do Rio Branco, procurou sempre resolver de forma pacífica os conflitos armados que teve que enfrentar ao longo dos séculos.

Em Busca dos Dinossauros

Em 2000 e 2001, o Museu Nacional da UFRJ, a Fogo-Fátuo Expedições e o Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente (Cima) promoveram uma série de expedições em sítios paleontológicos. O objetivo era aprofundar conhecimentos sobre o período Cretáceo. Publicado em 2003, Em Busca dos Dinossauros registra as pesquisas e descobertas realizadas na época. Desvenda os mistérios e encantos de regiões de valor histórico, cultural e científico inquestionáveis.

Páginas